30 de abril de 2012

Poesia numa monótona Segunda

Hey!

Existem raras ocasiões que meu dia começa vazio,sem sentido ou definição,ele apenas começa,as horas passando lentamente,e hoje ele me pareceu exatamente assim,talvez seja a chuva,ou o fato de que amanhã é feriado,mas acredito que seja bom,tenho a impressão que vou conseguir fazer mais coisas do que normalmente faço num dia,e aproveitando esse diferencial do dia,resolvi pegar um poema curto,mas bem especial de Fernando Pessoa,com o qual me identifiquei logo que li os primeiros versos,um resumo perfeito para os momentos que ando vivendo.

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!

Fernando Pessoa

Love,kisses &rockets
da Mandy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.