20 de julho de 2013

O Cavaleiro Solitário

Hey!

Nessa quinta-feira eu fui com o Ande no cinema, e assistimos "O Cavaleiro Solitário" e foi muito incrível!!
Colby, Texas, 1869. John Reid (Armie Hammer) é um advogado que acaba de retornar à sua cidade-natal, onde vive seu irmão Dan (James Badge Dale), a cunhada Rebecca (Ruth Wilson) e o sobrinho Danny (Bryant Prince). John está disposto a cumprir a justiça ao pé da letra, levando os criminosos ao tribunal, apesar da resistência local. Ao acompanhar o irmão e outros Texas Rangers em uma patrulha pelo deserto, o grupo é atacado pelos capangas de Butch Cavendish (William Fichtner), um bandido que tem a fama de comer carne humana. Todos são assassinados, com exceção de John, que fica à beira da morte. O índio Tonto (Johnny Depp) o encontra e, ao perceber que um cavalo branco escolhe John, passa a ajudá-lo. Tonto acredita que John foi escolhido por um mensageiro espiritual e que, como voltou da morte, não pode mais ser morto. A partir de então John passa a usar uma máscara e, ao lado de Tonto, faz de tudo para reencontrar Cavendish.

O filme começa num parque de diversões, onde um menino entra em uma das tendas para ver uma apresentação do velho oeste, mas o que ele encontra mesmo são painéis de animais e um índio bem estranho com um corvo na cabeça, mas este índio está vivo e pronto para contar uma incrível história para o garoto. O filme tem ação do começo ao fim, muitas cenas engraçadas, e o elenco é incrível. A fotografia é bem feita por Bojan Bazelli, a fotografia é quente, assim como o clima do filme, possibilitando a sensação de estar no velho oeste da época.


Conforme Tonto (Johnny Depp) conta a história ao garoto é como se tivéssemos um flashback e vemos a história como aconteceu, a busca pelo vilão Cavendish, a batalha entre os homens brancos e os índios nativos, os Comanches, e descobrimos como um rapaz "certinho" pode acabar se tornando o maior herói de uma cidade. O Cavaleiro e Tonto não se dão muito bem no começo e isso resulta em várias cenas hilárias protagonizadas pelos dois, mas também de muita ação.



Mas não é só de ação que vive o filme, por trás de tiros e galopes dos cavalos temos vários outros pontos da história que se misturam para completar o enredo, como o amor de John pela cunhada, e a verdadeira história do motivo pelo qual Tonto deixou sua tribo para buscar Cavendish. Também é bem pontuado a questão de descriminação racial da época, o medo e ódio dos homens brancos contra os índios.


Eu me surpreendi com o filme, não imaginei que seria tão engraçado, eletrizante e emocionante ao mesmo tempo, mas os atores e a equipe são ótimas e deixam o filme muito legal, é um filme comercial então pode ser que no começo a dupla principal tenha ficado um pouco sem química, mas mesmo assim eles conseguiram um entrosamento muito legal no decorrer do filme. E vale a pena assistir e tirar sua própria conclusão, afinal, cada um gosta de uma coisa e gostos devem ser respeitados.


Curiosidades

Das telinhas
O Cavaleiro Solitário é uma adaptação de série de TV homônima, que ficou conhecida no Brasil como "Zorro, o Cavaleiro Solitário". Nos Estados Unidos, a série foi exibida entre 1949 e 1957. 

Parentesco no rádio
O personagem Cavaleiro Solitário foi criado para a rádio, como derivado do sucesso conquistado pela série O Besouro Verde. Para criar uma ligação entre as duas séries, Britt Reid, personagem principal de O Besouro Verde, era o neto de John Reid, o Cavaleiro Solitário. 

Desistência
O ator Ryan Gosling já tinha acertado sua participação como protagonista, mas deixou o projeto por conta de sua agenda de compromissos com outras produções. 

Na disputa pelo papel
Jessica Chastain e Abbie Cornish chegaram a ser cotadas para a personagem Rebecca Reid, mas o papel acabou ficando com Ruth Wilson. 

Juntos mais uma vez
Quinto trabalho de Johnny Depp com o diretor Gore Verbinski. A trilogia Piratas do Caribe, iniciada em 2003 e Rango (2011) são os outros quatro filmes. 

Protagonista
Depois da repercussão positiva em A Rede Social no papel dos gêmeos, o ator Armie Hammer acabou sendo contratado para o papel principal em O Cavaleiro Solitário. 

Reencontro
Este é o sexto filme em que Johnny Depp e Helena Bonham Carter atuam juntos. Os anteriores foram A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005), A Noiva-Cadáver (2005), Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007), Alice no País das Maravilhas (2010) e Sombras da Noite (2012).Esta é a primeira vez que a dupla atua junta em um filme que não seja dirigido por Tim Burton. 

Inspiração para a maquiagem
Johnny Depp criou o visual do índio Tonto tendo por base o quadro "I Am Crow", de Kirby Sattler. Nele era mostrado um índio com uma pintura bastante parecida à usada pelo astro, sendo que um corvo preto voava por cima de sua cabeça.



    Fonte de pesquisa: Adoro Cinema

    Love,kisses & rockets
    da Mandy

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
    Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.