18 de novembro de 2013

Resenhas: A culpa é das estrelas - John Green

Hey!

E chegou a segunda, infelizmente certas segundas são melhores que outras e essa não parece ser a melho segunda que eu já tive, tudo que podia acontecer pra me desanimar aconteceu, mas fazer o que né? O melhor é levantar a cabeça e seguir em frente, e nada melhor do que uma resenha de um livro lindo de viver pra ajudar a aguentar esse dia infinito. Que comece a Semana Verde!!!


Hazel Grace é uma garota de 16 anos que poderia ser uma adolescente qualquer a não ser o fato de ter câncer, seus pais a forçam a frequentar um grupo de apoio a pessoas com câncer, sua mãe sempre reforça a ideia de fazer amigos por lá, mas Hazel não se sente muito confortável quando vai ao grupo de apoio, pelo menos não até conhecer Augustus Water, um ex-atleta bonito e misterioso que também tem câncer e a perna amputada. Logo ambos começam a desenvolver uma amizade que mais tarde se torna amor. Hazel é uma garota comum com gostos comuns, ela adora ler e passar o tempo que lhe resta em casa, seu livro favorito é Uma aflição imperial, onde a garota também tem câncer. Gus também é um garoto como outro qualquer, adora vídeo game e ler histórias em quadrinhos; eles tem um amigo em comum que também tem câncer e acaba ficando cego. Um dos maiores sonhos da Hazel é conhecer o autor de seu livro favorito Peter Van Houten, porém é quase impossível realizar esse desejo, até que Gus aparece com a solução, existe uma ONG que realiza os desejos de pessoas com câncer, e como ele ainda não utilizou seu desejo ele resolve viajar para Amsterdam com Hazel para realizar o desejo dela, e os dois juntos com a mãe de Hazel embarcam nessa aventura que é a viagem até Amsterdam. 
"-Grande guerra - ele disse com desdém. - Estou em guerra contra o quê? O meu câncer. E o que é o meu câncer? Meu câncer sou eu. Os tumores são feitos de mim. Eles são feitos de mim tanto quanto meu cérebro e meu coração são feitos de mim. É uma guerra civil, Hazel Grace, a gente já sabe quem vai vencer.
-Gus.
Não havia mais nada que eu pudesse dizer. Ele era inteligente demais para o tipo de consolo que eu poderia oferecer." pág. 196

Como eu tinha dito esse foi o primeiro livro do John Green que eu li e simplesmente me encantei por ele, é um livro emocionante e fofo! A história por mais clichê e trágica é muito envolvente, a Hazel é muito fofa e inteligente e o Gus é simplesmente apaixonante, ele é cativante demais e conquista qualquer uma com aquele sorriso e o cigarro que nunca ascende. Eu já li alguns romances e todos bem escritos, mas John Green consegue ser mais do que um autor de YA clichê, ele consegue ir bem fundo no coração e nos tocar com sua história. A culpa é das estrelas é o tipo de livro que você ri e chora, se identifica e também reflete, o quanto desperdiçamos nossa vida com pequenas coisas e não aproveitamos as oportunidades que temos, as vezes nos preocupamos tanto com os problemas e a correria do dia a dia e esquecemos de nós mesmos, apesar dos personagens terem câncer eles resolvem que não podem simplesmente desistir de viver, eles devem aproveitar o tempo que lhes resta. Os personagens são muito bem construídos, tanto os dois principais, quanto os pais da Hazel que sempre tentam fazer com que a filha aproveite a vida e estão sempre ao seu lado em todas as decisões que ela precisa tomar, o amigo dele Isaac também é muito engraçado, apesar de sua condição, ele tem um leve humor negro que deixa tudo bem engraçado, já os pais do Gus eu diria que são um pouco protetores demais, mas no fundo eles apenas tem medo de Gus se machucar ou se prejudicar por causa de sua doença, coisa de pai. E por último o autor Peter e sua secretária Lidewij, e gente ela é muito engraçada, super sarcástica, até com o Peter, que é um senhor um tanto quanto rabugento, mas ele tem um motivo para ser amargo desse modo, mas ambos são bem engraçados juntos e com a Hazel e o Gus, e no fim todos somos um pouco rabugentos né?

Outra coisa que o John deu muita importância no livro foi a descrição de Amsterdam, os lugares o clima, tudo é descrito tão bem que você quase se sente lá, e da aquela vontadezinha básica de viajar pra lá e passar pelos lugares que eles passaram, em especial a Casa de Anne Frank, onde rolou o primeiro beijo, que foi a coisa mais romântica do mundo todo! Ai ai...

Ele até se preocupa em dar os nomes dos remédios que a Hazel toma e tudo que envolve a doença, isso é bem interessante e difícil, não é simples criar nomes de remédios e tudo mais, mas o Joh Green consegue! Apesar de ser um livro escrito para jovens acho que qualquer um deve pegar para ler, as vezes estamos precisando de uma história sem muitas questões complexas, mas é o tipo de leitura que vale a pena em qualquer idade, é uma questão apenas de manter a mente bem aberta na hora de ler esse livro.
" -Não posso falar da nossa história de amor, então vou falar de matemática. Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre o 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre o 0 e 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros. Um escritor de quem costumávamos gostar nos ensinou isso..." pág. 235

Então aproveitem a dica, e se alguém já leu e gostou e quiser compartilhar o ponto de vista, é só usar a caixa de comentários ali embaixo.

Love,kisses & rockets.

2 comentários:

  1. Oi adorei.. muito obrigado, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da buqui livros e de uma conferida..à capa é linda traz o universo de fundo..abraços.
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, que bom que gostou *--*
      Vou procurar pelo livro Reverso sim, obrigada mesmo pela dica ;D
      Beijão

      Excluir

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.