13 de março de 2014

TAG: Palavras Cruzadas

Hey!

Eu ia fazer um vídeo para responder essa TAG, mas eu estava com muita preguiça então vai ficar pra próxima (e eu ainda tenho que perder a vergonha de falar com a câmera), mas enfim, eu vi esse vídeo no canal da Tati Feltrin o Tiny Little Things, o link para o vídeo dela esta aqui e o link para o canal que criou a TAG está aqui, é o canal de uma moça portuguesa a Inês, ela e mais dois amigos criaram essa TAG, o vídeo deles é bem legal também, assim como o da Tati. A TAG consiste em escolher livros de acordo com alguns tópicos escolhidos, confesso que foi um pouco complicado escolher alguns livros, mas no final tudo deu certo, a parte ruim de fazer TAGs é ter que organizar os livros depois, mas vamos para as perguntas e os livros!


1) Vox Populi (um livro para recomendar a toda a gente)

Nessa categoria eu vou recomendar Marina do Carlos Ruiz Zafón, esse foi o primeiro livro do Zafón que eu li e eu simplesmente amei a história e o modo como ele escreve, cada personagem é cativante e o modo como a trama trás mistério e fantasia tudo misturado é incrível, e eu acho que todos deveriam ler Zafón então essa foi minha escolha para essa pergunta.




2) Maldito plágio (um livro que gostávamos de ter escrito)

Essa foi uma pergunta meio difícil de responder, mas um dos livros que eu teria orgulho de ter escrito (entre muitos outros) é O Menino da Mala de Lene Kaaberbol e Agnete Friis, meu Deus que história mais eletrizante e envolvente, totalmente diferente de qualquer coisa que eu tenha lido, é um livro que vale a pena ser lido.




3) Não vale a pena abater árvores por causa disto

Nesse tópico eu tenho alguns livros que cairiam perfeitamente aqui, mas vou escolher um que já faz um tempo que eu tenho e que se eu não tivesse ganhado eu nunca compraria, A última música do Nicholas Sparks, e me desculpem os fãs dele, assim, eu li Querido John e gostei, li Diário de uma paixão e gostei e parei por ai sabe, meu problema com Nicholas Sparks é que eu acho ele muito repetitivo em seus livros, no fundo é sempre a mesma historinha e tal, e esse livro em particular a personagem me irritou demais e os capítulos eram muito monótonos, já me disseram que do meio para o fim fica bom, mas não boto muita fé não.




4) Não és tu, sou eu (um livro bom lido na altura errada)

Para esse tópico eu escolhi um livro que já faz um tempo que eu tentei ler mas não deu muito certo, O garoto no convés de John Boyne, já adianto que eu adoro a escrita do Boyne e estava gostando do livro, mas quando comecei a leitura dele eu tinha acabado de ler O caçador de Pipas, e eu cheguei num ponto do livro que eu pensei que ia acontecer algo similiar com o livro de Khaled Hosseini, e eu não estava nem um pouco preparada para isso, talvez fosse só minha imaginação, mas naquela época eu tinha 15 anos e eu estava ainda um pouco abalada com a outra história, pretendo pegar o livro em breve e lê-lo sem parar, porque tenho certeza que vou gostar ainda mais do que já estava gostando dele.




5) Eu tentei... (um livro que tentámos ler mas não conseguimos)

Esse livro eu tentei ler mas abandonei por questões psicológicas, se eu continuasse a leitura eu provavelmente atearia fogo nele sem piedade, Cinquenta Tons Mais Escuros de E.L. James, eu li o primeiro volume e achei legal e tal, novidade, mas ai eu peguei o segundo livro e me vi lendo Crepúsculo (eu sei que era uma fanfic do Crepúsculo e blábláblá), e eu não podia aguentar isso, simplesmente parei o livro no 3 capítulo, a história ficou ainda mais idiota (o primeiro é legalzinho mas não leria de novo, foi experiencia) os personagens são irritantes e da agonia de ler esse livro, não vou tentar ler de novo e mal vejo a hora de conseguir trocar os dois volumes que tenho aqui em casa (quem se interessar me avise).




6) Hã? (um livro que lemos e não percebemos nada OU um livro que teve um final surpreendente)

Para esse tópico eu escolhi um livro com fim surpreendente, não lembrei de nenhum que eu não tenha percebido nada durante a leitura, o escolhido foi Desparecido para Sempre do Harlan Coben, eu já tinha lido outro livro do Coben e sabia de sua escrita cheia de reviravoltas e tudo mais, mas esse livro tem surpresas do começo ao fim, e mesmo no fim quando você acha que tudo acabou ele vai lá e te mostra que tudo que você tinha concluído estava errado e te surpreende, uma ótima leitura, eu recomendo bastante.




7) É tão bom, não foi? (um livro que devorámos)

O livro escolhido aqui é um que li recentemente e já teve resenha aqui no blog, Extraordinário de R.J. Palacio, esse livro eu li em dois dias e eu simplesmente não conseguia largar, ele é tão incrível, é o tipo de livro que assim que termina você tem vontade de ler de novo, aproveitem e leiam a resenha que eu fiz com mais detalhes.




8) Entre livros e tachos (uma personagem que gostaríamos que cozinhasse para nós) 

Essa categoria foi um pouco mais complicada de se escolher, eu fiquei em dúvida e acabei optando por Molly Weasley da série Harry Potter, eu estava entre ela e os elfos domésticos de Hogwarts, mas a escolhi por ser uma mãezona que faz tudo com muito amor, e sempre que tinham cenas dela na cozinha eu imaginava que o cheiro devia ser incrível, assim como a comida. (A foto não é da Molly e sim de um capítulo que ela aparece bastante)




9) Fast Forward (um livro que podia ter menos páginas que não se perdia nada)

Esse foi um livro lido recentemente, um chick-lit bem divertido, Preciso te contar uma coisa de Melissa Hill, eu gostei da leitura dele, não foi muito complicada e bem gostosa, o único problema foram algumas partes em que a autora se estendeu demais nas descrições, ou em fatos que se não fossem abordados não fariam falta na história, se o livro tivesse umas 100 páginas a menos estaria perfeito.




10) Às cegas (um livro que escolheríamos só por causa do título)

Olha o Zafón aparecendo aqui de novo, o escolhido dessa vez foi O príncipe da Névoa, o primeiro voluma da trilogia da Névoa, e foi meio o que aconteceu, eu estava na livraria e vi ele ali, adorei o título, intrigante e chamou minha atenção, só depois que fui ler a sinopse e fiquei ainda mais instigada a ler o livro, e não me arrependi em nenhum momento, uma ótima leitura.




11) O que conta é o interior (um livro bom com uma capa feia)

Foi difícil achar um livro que a capa fosse muito feia, mas esse ganhou de todas, Cruzada em jeans de Thea Beckman, a capa é estranha e embora tenha alguns elementos haver com o título e a história, eu acho que ela poderia ser melhorzinha, eu ganhei ele na escola e foi uma leitura muito legal, mas a capa deixa a desejar. Eu fui procurar para ver se a editora lançou o livro com uma outra capa, e achei ela um pouco melhor que essa, mas o que conta é o interior e isso o livro não deixa a desejar nenhum pouco.




12) Rir é o melhor remédio (um livro que nos tenha feito rir)

Não sei se esse foi o livro mais engraçado que eu li, mas eu me lembro de ter me divertido muito lendo ele, Jane Austen - A vampira de Michael Thomas Ford, a personagem que é muito divertida e se mete em várias enrascadas para viver no mundo atual, afinal ela é nada mais nada menos do que Jane Austen, vários personagens engraçados e situações bem inusitadas, uma leitura bem divertida.



13) Tragam-me os Kleenex, se faz favor (um livro que nos tenha feito chorar)

Eu já chorei com vários livros na minha vida, mas esse aqui acho que foi um dos piores, Lulék - A história do menino que saiu do campo de concentração para se tornar o Grão- Rabino de Israel, escrito por Rabino Israel Meir, essa autobiografia conta o período que o rabino passou no campo de concentração enquanto era ainda uma criança e como ele sobreviveu a isso e se tornou um grande homem, a história é triste e embora tenha momentos engraçados não tem como não chorar ao pensar que todas aquelas coisas realmente aconteceram na época do holocausto, essas e outras muito piores, foi um livro bem marcante.




14) Este livro tem um v de volta (um livro que não emprestaríamos a ninguém) 

Bom, nessa categoria também foi meio complicado escolher um livro só, porque na verdade todos os meus livros eu tenho um pouco de ciúmes e só empresto para quem eu confio muito, mas como eu tive que escolher eu escolhi um livro da Jane Austen, Razão e Sensibilidade, mas não apenas ele e sim todos da Jane, especialmente nessa edição perfeita que eu tenho deles, que agora só faltam 3 e completarei minha coleção, eles são lindos e é o texto integral, então é algo realmente precioso.



15) Espera aí que eu já te atendo (um livro ou autor que estamos constantemente a adiar) 

Esse livro que escolhi só estou adiando pela história mesmo, eu já vi o filme e eu sei que tenho que estar preparada para o livro, que é Um dia do David Nicholls, eu sei que a história é linda e deve ser ainda mais no livro e sei que vou chorar muito mesmo, então estou meio que "guardando" ele para um momento especial, só eu, ele e a caixa de lenços de papel.



Espero que tenham gostado dessa TAG, eu adorei responder ela e espero fazer mais dessas por aqui, e em vídeo, vou preparar tudo certinho para isso acontecer. Logo mais eu volto com mais posts.

Love,kisses & rockets

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.