31 de maio de 2015

Olga - Fernando Morais

Olá!
A resenha de hoje é sobre o livro Olga. Para as feministas de plantão essa história eu recomendo. Uma mulher de personalidade forte, lutou pelo seus ideais até o fim e enfrentou todos os preconceitos que sofreu na época do nazismo. Pouco ouve se falar sobre Olga, mas garanto que depois de ler o livro nunca mais irá esquecer.




Olga é uma alemã, judia e militante comunista. Mas antes de se tornar tudo isso há uma longa e incrível história.
O pai de Olga era advogado e costumava ajudar as famílias mais pobres. Desde jovem, Olga se comovia com a situação das pessoas mais carentes e não aceitava o luxo como sua mãe. Com muitas discussões em casa por se envolver em manifestações a jovem resolve sair de casa e a partir daí se entrega a vida política. Olga viveu um romance com o professor Otto Braun e se envolveu em uma fuga para tirá-lo da cadeia. Porém a jovem não o amava o suficiente para investir no relacionamento e deixou bem claro que seguiria sua vida lutando pelo povo.

Após uma viagem com Otto, Olga se torna uma militante comunista e através do seu trabalho teve a oportunidade de conhecer o famoso Carlos Prestes. Sua missão era acompanhá-lo em uma viagem para o Brasil fingindo serem um casal, mas durante o trajeto se tornaram muito íntimos e o fingimento acabou se tornando realidade.
Olga acompanhou Carlos na viagem, nas reuniões e na revolução que foi um verdadeiro fracasso. O casal só foi separado na prisão onde viveram dias muito difíceis. Prestes foi mantido preso no Brasil, mas Olga acabou sendo deportada para a Alemanha passando o resto dos seus dias em campos de concentração. A única coisa que os confortavam era a troca de cartas, as reuniões que faziam no presídio e as aulas onde os presos ensinavam política, história e outras línguas.

Na prisão, Olga descobriu que estava grávida, porém isso não fez com que ela ganhasse algum bônus em relação a sua liberdade. A mãe e irmã de Prestes, lutaram e fizeram campanhas pelo mundo para conseguirem tirar Olga e sua filha da prisão.
Leocádia, a filha do casal foi salva, mas a mãe não teve a mesma sorte.
Carlos saiu da prisão e recebeu a notícia de que Olga tinha sido uma das vítimas da câmara de gás, que havia matado milhares de pessoas por causa do nazismo imposto por Hitler.
Segue abaixo um pequeno trecho da carta que Olga deixou para o marido e sua filha.

Amanhã vou precisar de toda a minha força e de toda a minha vontade. Por isso, não posso pensar nas coisas que me torturam o coração, que são mais caras que a minha própria vida. E por isso me despeço agora.


O livro do autor Fernando Morais, relata a história de Olga Benário através de muitas pesquisas, relatos e documentos, que você pode verificar durante a leitura.
Uma verdadeira aula de história, o livro nos mostra com clareza como foi a Coluna Prestes, a Revolução Comunista, o Nazismo e entre outros acontecimentos que ocorreram na época. Uma história antiga, emocionante que nos faz pensar também no momento político que estamos vivendo. O livro é bem antigo e esse foi encontrado em um sebo. Mas caso tenha dificuldades em encontrá-lo além de ter disponível online, em 2004 foi o lançado o filme produzido pelo Jayme Monjardim.
Para os amantes de política e história, esse livro eu recomendo. Uma boa leitura!


ISBN: 9788571642508
Ano: 1994
Páginas: 329 
Editora: Ômega  
Crédito das imagens
Fotografia e edição por Andressa Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.