1 de agosto de 2015

Dez Coisas que Aprendi Sobre o Amor - Sarah Butler

Hey!

Hoje eu trouxe para vocês a resenha com minhas primeiras impressões sobre um livro que vai ser lançado pela editora Novo Conceito, e é o livro de estreia da autora Sarah Butler.

O livro vem contar a história de Alice e Daniel, ele é um mendigo que lista diariamente seus desejos e coisas que gostaria de falar para a filha, que ele nunca chegou a conhecer; ela uma jovem que não se sente bem perto da família e está constantemente ausente, mas faz listas sobre tudo que a deixa feliz ou triste. E uma coisa que esses dois personagens tão distintos tem em comum é o amor.
“Dez coisas que sei sobre minha mãe
7) No verão, ela ficava com pintinhas nas bochechas e nos ombros, do mesmo modo que eu (meu pai me contou isso e depois se ruborizou como eu nunca vira antes. Eu não soube o que dizer).” pág 17
E só por essa premissa o livro já me conquistou, o amor é um sentimento tão puro e tão pode vir de tantas formas, que comecei a ler imediatamente e me vi envolvida por uma história que ao mesmo tempo é delicada e de uma força incrível.

O livro é narrado de ambos os pontos de vista e logo de cara somos apresentados com uma lista de 10 pensamentos e lembranças dos personagens, e são esses detalhes que nos ajudam a formar cada um deles, não apenas fisicamente, mas emocionalmente, e é uma parte muito importante, pois em cada capítulo vamos descobrindo uma pequena parte de cada personagem e o quão sensíveis e reflexivos eles são.
“Certa vez, Cee me disse que, antes de eu nascer, na outra casa, ela e Tilly podiam entrar no quarto dos nossos pais nos sábados pela manhã. Elas costumavam se enfiar entre o papai e a mamãe e exigir que contassem histórias. Depois das histórias, se nosso pai não estivesse trabalhando, ele se levantava, colocava o roupão sobre o pijama azul e descia. Tilly e Cee rolavam pelo espaço quente que ele deixava, aguardando por seus passos nas escadas e o bater de uma bandeja. As histórias e o café das manhãs de sábado terminaram depois que nos mudamos e eu cheguei. Quando perguntei por que, Cee simplesmente fechou a boca e deu de ombros, como se de algum modo fosse minha culpa.” pág 20
Pelo pouco que li do livro já me encantei pela temática, que não aborda apenas o amor, mas também  tudo que vem junto desse sentimento, a perda, a saudade, as ações e decisões que cada um toma durante sua vida e como isso resulta em diferentes situações e como lidar com elas.
“Eu lhe envio um cartão de aniversário todos os anos. Não sei o dia exato, mas posso fazer uma boa estimativa. A coisa mais difícil é o envelope: todo aquele espaço em branco. Escrevo seu nome — tenho isso, ao menos —, mas não tenho o endereço. Coloco-o numa caixa do correio e sonho, nessas noites, com o envelope sendo colocado numa caixa de correio e você se aproximando dela.” pág 28
São essas pequenas coisas abordadas no livro que vão moldando o amor como sentimento e que vai ser sentido por ambos os personagens, é toda essa vasta gama de atitudes que carregam esse amor. É um livro gostoso de ler e que nos faz pensar em tantas coisas de nossa jornada, sobre palavras que deixamos de dizer, pessoas que escapam por entre nossos dedos, atitudes que deixamos de tomar. O livro me deixou bem sensibilizada e me cativou em cada linha escrita, uma leitura fluida e incrível, e como disse a autora Vanessa Diffenbaugh, do livro A Linguagem das Flores, "o livro é essencial para aqueles que se perguntam onde eles pertencem e a quem pertencem”; acho que não há definição melhor para esse livro. Estou ansiosa para ler todo o resto dele e me emocionar ainda mais com essa história.

Deixo aqui a lista das 10 coisas que eu aprendi com o amor...
1) Perdoar
2) Confiar mais em mim e naqueles que me cercam
3) Tolerar as diferenças e ver nelas também meu amor refletido.
4) O amor está nas pequenas coisas
5) Um sorrio muda o dia de qualquer um
6) Ele pode vir através de uma bronca
7) Que a alma se alimenta com lembranças
8) Ele sempre da um jeito de nos surpreender
9) Ele é mutável
10) Com o amor não há certo e errado, ele vem de diversas formas e momentos, basta sentir

Editora: Novo Conceito
Nota: 5/5

Love,kisses & rockets

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.