21 de agosto de 2015

Se joga, Nancy Levin

Olááá!
A resenha de hoje é sobre um livro de auto ajuda, sei que muita gente não gosta do gênero e prefere nem chegar perto. Eu também não gosto muito, mas o meu exemplo de não gostar tanto era porque li um livro certa vez que não acabou ajudando em nada. 

Confesso que a leitura desse livro agradou muito, não apenas por ser auto ajuda e ele ter a obrigação de agradar, mas porque li o livro em um momento de grande necessidade, em um momento que eu precisava de ajuda para tomar uma grande decisão e ao ler SE JOGA tive realmente a sensação de que SE JOGAR é a coisa certa a se fazer.


A autora começa contando a história da vida dela, as dificuldades que ela passou com o recente divórcio que a fez enxergar a vida de uma maneira diferente. Após 18 anos de um relacionamento enfadonho o marido dela acaba descobrindo algo que nunca imaginou que pudesse acontecer. Veja bem, durante o casamento, Nancy deixou de ser quem ela era e isso foi ficando cada vez pior, ela não conseguia mais entender o rumo que sua vida e o relacionamento ia levando. Até certo momento que não conseguiu mais aguentar. O iminente divórcio fez Nancy repensar muitos aspectos de sua vida, tanto pessoal quanto profissional, ela acabou deixando muitos sonhos de lado pois tinha medo de dizer o que pensava ou medo do que as outras pessoas poderiam pensar dela.

A verdade é que nosso relacionamento vinha lentamente se desintegrando já havia algum tempo. Eu havia preferido manter uma atitude de negação tão profunda que fora necessário um acontecimento tão monumental quanto aquele para me despertar. Subitamente, eu tinha uma escolha: poderia permanecer entorpecida e voltar a dormir ou enfrentar meus medos e aceitar a mudança. 

O que eu mais gostei do livro é a linguagem que a autora usa. Parece que ela está aqui do lado conversando comigo sobre a vida dela e sobre as mais diversas situações. O livro é bem sutil ao dizer o que você tem vivido e como você pode mudar isso. Ele trás alguns passos para seguir que vai lhe ajudar a assumir o controle de sua vida e te ajudar a perceber o que você pode estar fazendo de errado.

Lembre-se: o que você vai mudar não precisa provocar uma revolução, mas não deixe que o medo das consequências o leve a escolher algo que seja muito fácil. [...] Escolha alguma coisa que seja, pelo menos, um pouco desafiadora. 

É uma leitura muito proveitosa, revigorante e reflexiva. Durante a leitura além de descobrir muitas coisas sobre mim, pude refletir muito também sobre as pessoas ao meu redor. O livro também trás relatos de outras pessoas, situações que elas vivenciaram e como superaram algum obstáculo que tiveram. 


Durante o livro, além da autora propôr vários momentos para você descobrir quem é você de verdade, também tem o MOMENTO DE PERDÃO, tem alguns textos bem bacanas e excelentes para reflexão. 



O livro tem uma escrita muito agradável, fácil e envolvente. É ótimo para os leitores que tem às vezes tem um pouco de dificuldade em aceitar algumas situações e medo de se jogar em alguns momentos da vida. Acho que vale a pena dar uma conferida, uma vez lendo o livro você não consegue mais largar e talvez nesse livro você encontre o que procura. O livro virou um favorito, li na hora certa e tomei uma grande decisão pensando em vários fatores que o livro propôs. Recomendo muito a leitura.

Título original: Jump...And Your Life Will Appear: An Inch-by-Inch Guide to Making a Major Change
Autora: Nancy Levin
ISBN-13: 9788545200192
ISBN-10: 8545200196
Ano: 2015
Páginas: 192
Editora: Gente
NOTA: 5/5 + ♥


Love, kisses & rockets

Créditos das imagens
Imagens: Rosana Carlos | Edição: Rosana Carlos

2 comentários:

  1. Essa linguagem mais informação, parecendo uma conversa, é um trunfo para o livro, sem dúvidas.
    Não costumo ler autoajuda, mas quem sabe eu dê ma chance.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Adorei sua resenha. Não tenho muito problema sobre ler livros de autoajuda eu até gosto.
    Há um tempo tinha medo de "me jogar", mas mudei isso conforme fui vendo a necessidade.
    Vou anotar essa dica, pois gostei muito do livro e enredo.
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.