3 de agosto de 2015

Terceira semana do Projeto Literário: Eu sou livros


Escolha 3 livros que te definem. Conte resumidamente a história do livro e o motivo da sua escolha.
Hey!

Antes de mais nada preciso dizer que estou adorando participar desse projeto, todos os temas escolhidos são muito criativos e muito divertidos de desenvolver em forma de post, até agora eu tenho realmente quebrado a cabeça para pensar em livros bem legais para indicar, e acho que tem funcionado bem.

Sobre o tema dessa semana pensei em livros que realmente me definem e me tenham contribuído de alguma forma com meu desenvolvimento como leitora e meu gosto pela leitura, eu acho que tudo o que lemos faz parte de nós, sempre tiramos algo de uma leitura, então essas são as minhas escolhas.


Harry Potter e o Cálice de Fogo
Muitas coisas estão acontecendo no quarto ano de Harry Potter, depois do incidente durante a Copa Mundial de Quadribol, seu nome é inscrito misteriosamente em um torneio que envolve as três maiores escolhas de magia e bruxaria do mundo; tendo que lidar com novos desafios de sua vida adolescente: como seu primeiro baile, e as mudanças que todo adolescente passa, Harry não vai ter o ano mais fácil de sua vida na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Escolhi esse livro, primeiramente, porque ele foi um dos primeiros que ganhei de presente pra começar minha coleção (não essa edição da foto); antes eu pegava livros na biblioteca municipal ou emprestado de familiares, e um dia eu resolvi pedir esse livro de presente para meus pais e nunca mais parei de comprar/ganhar livros. 


Esse livro me define porque acho que ele foi o pontapé inicial para que eu decidisse guardar as histórias que lia comigo para sempre, eu adorava tanto as histórias e era complicado ter que devolver os livros em algum momento, e também porque eu cresci vendo Harry Potter, eu era um ano mais nova que o personagem quando vi o primeiro filme no cinema, e eu era simplesmente viciada na história e tudo que envolvia o mundo de Harry Potter, eu ainda tenho guardado meus álbuns e posteres... Acho que esse livro me deu mesmo a ideia do que realmente é você ser fã de alguma coisa, e de crescer com os personagens e se sentir parte daquilo tudo, eu ainda sonho com o dia da minha carta de Hogwarts chegar aqui em casa! Essa série só reforçou ainda mais meu gosto por fantasia.



Contos de Fadas
Coleção de 20 contos de fadas de Grimm, Perreault, Andersen entre outros em suas versões originais e sem adaptações. A bela e a fera, Chapeuzinho Vermelho, O patinho feio... HIstórias que fizeram parte das infância de muitas pessoas!

Enquanto escolhia os livros para esse post, não conseguia deixar de pensar na minha infância, que foi ricamente regada a muitas leituras, minha mãe sempre leu muitas histórias para mim antes de dormir e eu sempre adorava isso, mesmo sabendo todas as histórias de cor, eu gostava de ouvi-la contá-las para mim. Eu sempre senti que histórias faziam parte de mim, e sempre fiquei encantada com tamanha beleza que cada uma delas continha, por isso gosto tanto de escrever, acho que é minha forma de contribuir para que isso dure por muito tempo... E os contos de fadas em especial são histórias que me fazem ter a esperança de que coisas boas podem acontecer e que realmente existem pessoas boas no mundo, apesar da magia envolvendo essas histórias, sem isso são apenas histórias que mostram que o bem pode sim existir e que coisas certas podem ser feitas, apesar de muitas circunstancias mostram o oposto.


Algumas das histórias desse livro estavam nos meus livros de infância, e quando comprei ele, senti que era minha ligação com um tempo que minhas preocupações eram outras, onde eu não enxergava o mundo como hoje, acho que esse livro resgata a parte de mim que ainda tem fé nas coisas e pessoas.



Extraordinário (Resenha)
Auggie é um garotinho de 10 anos que nunca frequentou uma escola normal por causa de uma doença genética cuja sequela é uma deformidade facial, deformidade que chama muita atenção para Auggie onde quer que ele vá, Auggie já passou por várias cirurgias e por isso não podia frequentar as aulas, pois suas recuperações eram longas e as cirurgias delicadas, mas agora ele vai entrar para o quinto ano em uma escola particular, um mundo totalmente novo e diferente do que está habituado, e Auggie vai ter que provar para seus colegas que pode ser um garoto tão normal quanto qualquer um deles, apesar de suas particularidades faciais.

Esse livro provavelmente é um dos meus livros favoritos da vida toda! A história de Auggie me comoveu e envolveu de uma forma quase inexplicável, por ser um personagem muito perseverante e forte acho que me identifico com ele nesse aspecto. Claro que nossos problemas são completamente diferentes, mas independente disso, a força de vontade, a fé em nunca desistir das coisas e não deixar que nada atrapalhe, isso acho que me faz parecer com o Auggie e sua história.


Eu acho que tenho uma perspectiva de mundo um pouco diferente, e sempre que posso, busco pensar positivamente em relação as coisas e pessoas, tento ver o lado bom e o ruim de tudo e mesmo assim de certa forma aceitar que certas coisas sejam desse jeito, e tento sempre buscar pelo que eu quero e acredito, independente de qualquer coisa, aprendi isso apenas praticando, algo que não é fácil, mas quando se está aberto para isso, tudo fica bem menos complicado de se lidar, e acabo vendo que basta que eu tenha fé e perseverança para buscar o que quero e acredito. Acho que isso que mais me deixou conectada com esse livro, ver muitas coisas de mim mesma refletidas nele.



Bônus

A menina dos cabelos
Felícia é uma linda garotinha que vive com sua mãe, seu único problema é não gostar de pentear os cabelos; depois de uma briga com sua mãe ela foge de casa para bem longe, morando na floresta e sem cuidar dos seus cabelos bichos começam a fazer dele sua morada, assim como sementes que brotam e a transformam num arbusto humano.

E eu não resisti e coloquei um livro bônus aqui no post, quando eu era pequena tinha o cabelo bem cacheado e muito fino, então ele embaraçava muito fácil e eu odiava quando minha mãe e minhas tias iam pentear meu cabelo, pois demorava bastante até conseguirem desfazer os "nós", então minha mãe comprou esse livro e o leu para mim, e a partir de então eu nunca mais reclamei de ter que pentear os cabelos.


É engraçado pensar nisso agora, mas quando se é criança tudo que você quer é brincar e se divertir, e ficar "perdendo" tempo e pentear os cabelos não era divertido, de uma forma estranha e pouco convencional esse livro me ajudou a perceber que era um mal necessário, e hoje eu não tenho problemas nenhum e adoro cuidar dos meus cabelos. Agora percebo o quanto esse livro pode ser "assustador", suas ilustrações são lindas, mas um tanto quanto bizarras. Agradeço todos os dias a minha mãe por ter lido ele para mim, sem isso acho que teria aprendido do jeito mais difícil como é importante cuidar dos meus cabelos.





Espero que tenham gostado das minhas dicas, me diverti muito escolhendo e escrevendo esse post, e vocês, quais os livros que definem vocês? 

Love,kisses & rockets
Créditos das imagens
Edição e fotografia por Amanda Prado | Capa por Paac Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.