4 de outubro de 2015

Belo Desastre - Jamie McGuire

Existem pessoas que quando estão estressadas procuram livros de auto-ajuda ou ainda livros para colorir. Eu não sou dessas. Ao me estressar procuro Travis Maddox.
Quem é esse cara? Bem, convido vocês a conhecerem o livro que me apresentou a esse personagem literário tão imperfeito...

“... Tremam nas bases rapazes, e fiquem de quatro, meninas! Com vocês, Travis “Cachorro Louco” Maddox.” Pág 11

Belo Desastre




Abby Alberthany é uma garota que nos passa a imagem de certinha. Sua melhor amiga, America, a ajuda fugir de tudo que pode lhe trazer problemas.
Travis Maddox é um bad boy. É lindo de morrer, todas as mulheres o amam, e fazem de tudo para garantir uma noite com o cara. Apenas uma noite, porque é só isso que ele oferece. Travis não se apega, para ele mulheres se resumem em sexo e ponto final. E todos os homens o temem, pois o cara é um grande lutador. Aliás, ele fatura uma boa grana em lutas clandestinas.

“Ele transbordava sexo e rebeldia, com aqueles antebraços tatuados e os cabelos castanhos cortados bem rente à cabeça.” – pág 15

O único homem que não teme Travis é seu primo Shep.  Este sabe muito bem como lidar com o gênio impulsivo do primo. Shep é o namorado-magya de America; então, como vocês já imaginaram, o caminho de Travis e Abby se cruza.
Agora chegou o momento que vocês sabem o que vai acontecer na história e o que eu vou escrever na resenha: Abby não quer nada com o Travis; o ignora por completo. Ele nunca foi ignorado, acha diferente e encantador o fato da mocinha não ficar derretida por ele, como todas as demais, inclusive como as leitoras. Os dois passam a ser amigos, mas algo bem maior surge. É impossível resistir a Travis Maddox. Principalmente a um Travis disposto a largar toda sua má fama de lado para tentar ser um cara melhor pra você.
O que vocês não sabem e nem conseguirão adivinhar, é que, apesar de ser um clichê, a história nos prende do início ao fim. Em um dia consegui ler as 389 páginas do livro. É difícil explicar o que esse livro tem de diferente.
A autora criou um romance improvável, inclusive o clima da leitura não é de corações e suspiros, mas sim de tensão. Chegamos a prender a respiração em alguns trechos. Tudo isso devido ao relacionamento de Travis e Abby ser tão desastroso.
Travis é o tipo de mocinho que me irrita, cheio de atitudes impensáveis; marrento; possessivo. Ele bebe, fuma e luta ilegalmente. Aquele perfil de homem que atrai mulheres de cabeça pequena. Abby está longe de ser esse tipo de mulher. Eu, leitora, estou longe de ser esse tipo de mulher. E é essa a grande questão. Quando nos demos conta, estamos totalmente cativadas pelo anti-herói, e isso é perturbador e emocionante ao mesmo tempo.
Por vezes torcemos para que Abby se renda ao bad boy. Outras, queremos que ela se afaste. E ainda tem momentos que sentimos raiva de Abby, e torcemos para que Travis encontre uma mulher melhor. Totalmente contraditório.
Foi o primeiro romance que li, que não tinha certeza se o casal ficaria junto no final. Alguns momentos eu tinha certeza que sim, outros eu afirmava que não existia nenhuma possibilidade. E essa corda bamba leva o leitor a sentir o que é um relacionamento com Travis. Parece que fazemos parte desse relacionamento tão cheio de emoções.
E a autora ainda coloca mais elementos que vão contra com tudo aquilo que acreditamos ser certo. Parker é o personagem que deveria ser o mocinho. Ele é um moço lindo, preocupado com seu futuro. Centrado, de boa índole. Se interessa por Abby logo de cara. Sabe o genro que mamãe pede a Deus? O príncipe encantado que tanto sonhamos? Assim é Parker. Mas, Travis consegue fazer você odiá-lo. Ele não é bom o suficiente para o leitor e muito menos para a mocinha pelo simples fato de não ser o Travis.
A relação de amizade entre America e Abby se torna o ponto de equilíbrio do enredo. É simplesmente inspiradora, cheia de amor e companheirismo.
Toda essa loucura me fez amar por completo esse livro. Já reli não sei quantas vezes, e não me canso dessa história. 

Recomendo o livro para os apaixonados ou não por romances, é um dos meus favoritos do gênero. E aposto que você não vai conseguir ser imune ao charme de Travis Maddox.

Ano: 2012
Páginas: 389
Editora: Verus
Nota: 5/5

Sobre a Autora:
Foto -Jamie McGuireJamie McGuire é escritora da série de sucesso Providence. Belo Desastre já foi traduzido em mais de 11 idiomas. Ela vive me Enid, Oklahoma, nos Estados Unidos, com os três filhos e o marido, um verdadeiro caubói. Eles dividem suas terras com quatro cavalos, quatro cachorros e um gato.












Love, kisses & rockets

Créditos das Imagens:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.