13 de novembro de 2015

Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road), 2015

A resenha cinematográfica de hoje é um filme que deu o que falar no mês de Maio. Um filmaço para quem gosta de ação, explosões e cenas de tensão! 



No filme temos Max que após sofrer e ser assombrado por seu passado turbulento ele decide começar a vagar sozinho, que assim será a melhor maneira. Bem, não dá muito certo né. Ele acaba sendo capturado e levado por um grupo de doidos que moram na Cidadela e veneram um tal de Immortan Joe. 

Do outro lado temos Furiosa e o que as pessoas dessa cidade não esperam é que ela irá trair a confiança de Immortan Joe, que tem algo insubstituível roubado. Tomado por toda a raiva do mundo, Immortan Joe convoca todas seus comparsas para perseguir a Furiosa e ter de volta o que lhe foi roubado.


Ai ai, esse filme. O filme não tem história! Simples! O filme não tem um sentido e nem um porquê. É ação do começo ao fim, muitas explosões, lutas, gente morrendo e explosões (sim, tem muitas). É uma hora do filme eles indo e outra uma hora do filme eles voltando. Eu gostei do filme, mas tenho minhas ressalvas. 


Sei lá, não sou tão fã de ação assim. Porém amei ver a Charlize Theron como Imperator Furiosa e lacrando tudo. Personagem forte e independente, um filme talvez com um quê de feminismo, não? Essa parte eu gostei! hahah 


Eu não assisti nenhum dos outros filmes da franquia, mas ainda sim consegui entender tudo o que aconteceu. Recomendo o filme sim, claro! Tem tudo para ser um ótimo entretenimento. 

Título original: Mad Max: Fury Road
Distribuidor: Warner Bros
Ano: 2015
Nota: 4/5


Love, kisses & rockets
Créditos das imagens
Imagens: FILMOW | Edição: Rosana Carlos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.