7 de dezembro de 2015

Lexus: O Despertar da Escuridão - Paulo Henrique Bragança

Hey!!!

A resenha de hoje é do incrível Lexus: O Despertar da Escuridão, do nosso autor parceiro Paulo, e gente, preciso deixar aqui dito, PRECISO DE MAIS!!! Ainda não consigo lidar com o final desse livro, o Paulo acabou comigo, me fez amar a história e depois acaba.


O livro conta a história de Bia, uma adolescente comum que mora num lugar que mais parece o paraíso em terra, sua vida tranquila muda completamente depois de uma noite de diversão ela acorda com seu mundo completamente fora de eixo. Ela agora precisa lutar contra coisas que não entende para sobreviver, e ainda descobrir que sua vida tinha muitos segredos.
"[...]A infecção não escolhia suas vítimas pela cor da pele ou pela quantidade de dinheiro na conta bancária, homens trajando ternos de marcas conhecidas também se arrastavam pelas ruas, devorando pessoas." pág 58
Nunca pensei que ia adorar tanto livros sobre zumbis, mas estou, pelo menos até agora só aproveitei leituras desse tipo de livro, e com Lexus esse gosto só aumentou. Apesar de ser um livro curto, Paulo conseguiu fazer uma ótima ambientação do lugar em que a história se passa e seus personagens principais, eu gostei muito do fato das coisas acontecerem e pronto, sem enrolação e sem uma demora que poderia deixar o ritmo de leitura muito cansativo.

Eu adorei a forma com a qual ele caracterizou os infectados, nem muito lentos ou ninjas, apenas "animais" com instintos e famintos, realmente pegando o instinto mais primitivo do ser humano e aflorando ele com a chegada do vírus, e mesmo com algumas coisas mais clichês, achei eles bem originais. Os outros personagens também são bem bacanas e bem estruturados, e o fato dele ter nos apresentados eles logo no começo do livro e depois ao longo da leitura é fácil ver como as mudanças são significativas, e drásticas, achei incrível como ele abordou a mudanças que ocorrem com as pessoas em momentos de desespero e sobrevivência. Paulo, se você estiver lendo isso, saiba que eu não te perdoo por matar meu personagem favorito ok? (brincadeira)
"Seguindo as instruções do coronel, eles aguardaram o melhor momento e, enfim, entraram. Havia apenas dois infectados na recepção, sendo facilmente abatidos com fortes pancadas na cabeça. Bia matara um infectado pela primeira vez, e isso a abalara.
Quando criança, ela não suportava ver a avó matando uma galinha, mesmo que a carne do animal fosse usada para alimentá-los e, agora, lá estava a mesma pessoa, apenas alguns anos mais velha, abatendo criaturas canibais que, até a noite passada, tinham sido seus vizinhos." pág 70
Agora sobre a história, eu amei a trama toda por trás do vírus dos infectados, eu fiquei de queixo caído quando tudo começou a ser revelado e a fazer sentido, me corroí por dentro de vontade de recomeçar a leitura do livro, afinal algumas pistas já vão sendo dadas logo nas primeiras páginas, achei isso sensacional. A explicação do motivo de tudo foi super coerente, fez total sentido e não parece tão irreal assim, toda a parte política do livro foi muito bem empregada na história.


Resumindo, eu adorei tudo no livro, a história, os acontecimentos, todas as reviravoltas, que não eram poucas, ritmo das ações eram muito rápidos, e quando você achava que ia acontecer algo, você acabava surpreso. Eu amei a leitura desse livro, me arrependi de ler ele tão rápido, porque fiquei assim  quando o livro terminou, precisando de mais, mais da história, dos personagens, de tudo. Meus parabéns ao Paulo por esse livro incrível, eu desejo pra ele muito sucesso, e espero poder ler outras obras dele, ou mais de Lexus quem sabe? Eu li o livro em e-book, mas em breve ele vai ser lançado em livro físico e todo mundo vai poder se aventurar por essa história maravilhosa!!

"Ergueu  o olhar na direção da cidade onde nascera e vivera durante toda a vida, onde seu irmão jazia morto. A mesma cidade que lhe dera tudo e agora tomava de volta. Campos Elíseos ardia em chamas e em morte." pág 85


Ano: 2015
Páginas: 121
Editora: Arwen
Nota:5/5

Sobre o autor
Paulo Henrique Bragança, natural do interior de Minas Gerais, desde que aprendeu a ler não largou mais os livros. Começou sua carreira literária escrevendo resenhas e contos no blog Estante Jovem e após boa aceitação de seus contos resolveu arriscar-se em uma aventura maior.
“Lexus”, seu primeiro filho literário, será publicado em breve pela Editora Arwen. E claro, não pensa em parar por aí.


Love,kisses & rockets
Créditos das imagens
Fotografia e edição por Amanda Prado | Fontes por DaFont

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.