3 de abril de 2016

A voz do Arqueiro - Mia Sheridan

Oi gente! 
A voz do Arqueiro é o primeiro livro da série Signos do Amor.

A Voz do Arqueiro
O protagonista é Archer, um homem que sofreu muito desde a infância. Conviveu com um pai violento, e perdera a mãe e seu tio favorito muito cedo em um acidente, que o deixou mudo. Foi criado por outro tio, que apesar de dar amor e sustento ao garoto, era um lunático que acreditava em teorias de conspiração. Devido a sua deficiência, Archer sempre foi muito solitário e rodeado de preconceitos por onde passava.

Já adulto e sem o tio, Archer vivia isolado. Sempre romantizamos as coisas, mas quero que vocês imaginem um homem adulto sem convívio com a sociedade. Barbudo, cabeludo, maltrapilho, e ainda, rabugento. Ele criou uma barreira praticamente impenetrável. Doente para muitos, louco para a maioria; a verdade era que Archer não deixava ninguém se aproximar; e ninguém fazia muita questão disso.

Bree é uma mulher linda que sofreu um grande trauma. Viu seu pai ser assassinado em sua frente, e assim resolveu mudar de cidade para tentar fugir de todo horror que viveu. Um passe do destino fez com que seu caminho cruzasse com o de Archer.

Bree é muito bondosa e olhou o rapaz de uma forma que nem eu, enquanto leitora, o fiz. Talvez por ser alheia a todo o sofrimento de Archer, ela não o enxergou com pena ou preconceito. E se dispôs a penetrar a barreira que ele criara. Talvez eu também tenha sido preconceituosa, pois de início só conseguia sentir piedade de Archer. E foi através dos olhos de Bree que percebi o quanto estava equivocada. Archer era um homem lindo, uma grande vítima de pessoas cruéis. Inocente, bondoso; e não foi difícil de surgir uma atração por parte de Bree. Por outro lado, uma mocinha com a personalidade tão carregada de bondade, capaz de levar um pedacinho de felicidade a um homem acostumado a receber crueldade; não poderia deixar de brotar um sentimento, ainda desconhecido, no coração de Archer.

Estando o clima de romance no ar, minha preocupação aumentou. Como isso poderia dar certo? Archer de nada sabia sobre a sociedade, sobre sentimentos; nunca estivera com uma mulher. Não tinha um emprego. Não estamos em uma fantasia, e a carga de drama mostrou que se tratava de um romance pé no chão. No decorrer das páginas, mais sofrimento invade nossos protagonistas. E comecei a pensar que essa trama estava longe de ter um final feliz.

Gente foi o livro com personagens mais destroçados que já li. Fiquei até mal em alguns momentos, pois geralmente um livro romântico tem o poder de te deixar apaixonadinha, e não em lágrimas. Cheguei a pensar em desistir muitas vezes, pois não gosto de tanta sofrência, entendem? Mas precisava saber mais sobre o tal do arqueiro.

Apesar disso, foi uma leitura realmente emocionante e linda. A autora soube bem como mexer com os leitores nesse enredo; ficamos cheios de dúvidas quanto a personalidade de ambos os personagens; e quando achei que a história iria cair naquela mesmice, ela me deu um baita de um susto; mudando completamente os rumos e ações. E se tem uma coisa que amo, é ser surpreendida num livro.“Bia, se voce amou o livro, qual o motivo de não ter favoritado?”

Não gostei das partes calientes; a narrativa é intercalada por ambos os personagens, e encontrei alguns fatos e pensamentos incoerentes. Não vou entrar em detalhes nessa parte, porque acho que se trata mais de gosto que crítica, então é desnecessário apontar.

Um dos pontos mais altos do enredo foi a construção tão humana de cada personagem. Acho que é justamente essa construção que tem o poder de nos deixar tão comovidos por tudo que eles passam. Outro ponto de destaque é o romance em si. Inspirador, em todos os sentidos.
Acredito que é um livro que todos deveriam conhecer, não apenas pelo romance; mas acima de tudo, pela história de luta estampada nele.


Ano: 2015
Páginas: 336
Editora: Arqueiro
Livro I - Série Signos do Amor
Nota: 5/5

Sobre a autora:

Foto -Mia SheridanMia Sheridan começou a escrever na tentativa de superar a dor da perda da filha. Publicou seu primeiro livro on-line e, em cerca de uma semana, ele chegou à lista de mais vendidos. Desde então, ela não parou de escrever e se tornou uma autora apaixonada por tecer histórias de amor sobre pessoas destinadas a ficarem juntas.
Suas narrativas verdadeiras conquistaram o público e a levaram ao topo das listas dos prestigiosos USA Today, The Wall Street Journal e The New York Times.
Mia mora em Cincinnati, Ohio, com o marido e os quatro filhos.










Love, kisses & rockets
Crédito das Imagens:
Skoob

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.