15 de julho de 2016

Angry Birds - o filme, 2016

Olá pessoas, tudo bem? 

Sempre gostei do jogo Angry Birds, ver os passarinhos voando para lá e para cá afim de destruir o império dos porcos e recuperar os ovos. O filme então é uma adaptação do jogo que fez muito sucesso no início dos jogos touchscreen. A ideia do jogo parece ser bem simples, o difícil era tentar transformar isso em filme e ainda ter uma certa interação com os telespectador. E acredito que o filme tenha conseguido isso com um certo sucesso.


O filme tem como protagonista o Red. Ele é um daqueles pássaros bem nervosos que vive em uma vila de pássaros que são o completo oposto disso, bem calmos e sossegados. Por ser diferente, Red passa por algumas situações desagradáveis e após um julgamento, ele é convidado a ter aulas para controle de raiva. Até aí, tudo bem. A vida na vila dos pássaros segue em frente até o dia que os Porcos aparecem lá e tudo foge do controle. 



Angry Birds vai apresentar um plot bem interessante, levando em consideração que o jogo não mostra muito de estória. O filme consegue separar bem o tempo de cada personagem, para apresentá-los e mostrar o que cada um tem de especial. Os mesmos poderes que os pássaros tem no jogo, eles possuem na vida real e o filme também mostra como eles usam isso no cotidiano.O que achei legal, foi na parte final do filme, quando a ideia central do jogo foi utilizada no filme, para o deleite dos fãs do joguinho.

Além do protagonista, também temos seus companheiros de sala de aula que são tão importantes quanto. O Red é órfão e após muitos anos sofrendo bullying ele torna-se muito mal-humorado. Chuck, seu amigo, é intenso, hiperativo extremamente ansioso. Já Bomba, é introvertido e tímido. Os três formam uma boa equipe, um complementa a personalidade do outro. Eles funcionam com um time e são bem utilizados para o desenvolvimento da trama.


É um animação para assistir com a família que busca o tempo todo arrancar risadas do seu público. É até exagerado de certa forma, mas isso não deixa o filme insuportável. Além disso, o longa tem algumas referências à cultura pop que atém soam desncessárias, mas que dão um charme ao filme. Eu não esperava nada de Angry Birds, até achei o trailer meio sem noção, mas te digo que o filme acabou me surpreendendo. Dei muitas risadas e até torci para o bem dos pássaros. Recomendo ♥


Título original: The Angry Birds Movie
Diretor: Clay Kaytis, Fergal Reilly 
Duração: 97 minutos

Love, kisses & rockets
Créditos das imagens
Edição e imagens: IMDB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.