31 de julho de 2016

Desejo Proibido - Sophie Jackson

Desejo Proibido estava sendo paquerado por mim há algum tempo, desde que minha cunhada fez uma resenha para ele. Então, leio a resenha do conto no blog Histórias Existem para Ser Contadas, da Kênia e fiquei completamente louca para conferir a leitura. Fui lá na casa da cunhada e tratei de pegar o exemplar emprestado.


Eu gosto de romances que prendem, e que não focam apenas no casal em si. Gosto de problemáticas, de não ter certeza se o casal ficará junto no final do livro. Em se tratando de romances, não gosto do óbvio.
E obviedade é algo que não existe nesse livro.
Kat Lane é uma mulher rica, professora que leciona na penitenciária Arthur Kill. Ela não precisaria dar aulas para presidiários se não quisesse, acontece que se sente bem ali, e acha que, fazendo isso, cumprirá uma promessa que fizera ao seu pai antes de ele falecer.
Um de seus alunos é Carter. O cara é um verdadeiro bad boy. Não apenas por ter um monte de tatuagens e um temperamento difícil, mas ainda pelo fato de ter uma ficha criminal muito bem preenchida.
Carter é inconstante, sua personalidade não nos agrada de início. É briguento, desaforado, violento e cínico. Kat é um doce, porém, é firme e rígida, exige respeito de seus alunos; e justamente por isso consegue mantê-los no eixo, e por incrível que pareça, até mesmo Carter. Ao invés de medo, o cara despertou em Kat um desejo profundo, algo proibido já que não se pode existir relacionamento entre professora e aluno. Mas, quanto mais sua consciência pede para se afastar, mais ela se aproxima, e está disposta a ajudar Carter a conseguir sua condicional, nem que para isso dê aulas particulares fora do presídio.

"... os inúmeros relatórios, declarações da justiça, que, ao longo dos anos, descreviam Carter como uma "ameaça à sociedade", de "personalidade forte", e um "indivíduo inteligente que não possuía a autoconfiança para reafirmar e canalizar isso de maneira correta." - página 11
Quanto a Carter, ele também sente algo muito forte pela professora que não demonstra medo de sua personalidade. Além de desejo, um instinto de proteção. E tudo parece se encaixar perfeitamente ao constar que Kat faz parte de um grande segredo que somente seu melhor amigo, Max, sabe.
Lutar contra um desejo tão intenso é praticamente impossível. E então sabemos que existem muitas barreiras para impedir que esse improvável casal termine juntos.
Esse resumo que fiz aparenta ser mais um romance entre uma mocinha e um bad boy que, ao final, vai mudar para se tornar um príncipe. Não se enganem. O problema está em mim, não sou muito boa em fazer resumos românticos.

"Carter era de um mundo diferente. E isso nada tinha a ver com seu passado criminal, embora este fosse definitivamente um complicador. Ele era irritadiço e teimoso, hostil e presunçoso. Era tudo aquilo de que ela deveria fugir gritando." - página 115
Li muitos livros que trazem mocinhos ao estilo bad boys e eles, ao final, acabam por me irritarem. Não gosto desse lance de começar sendo mau e terminar sendo um gatinho adorável. Gostei com Travis, e só. Carter é diferente, ele sim é um verdadeiro Bad Boy. Ao iniciar a leitura, confesso que fui preconceituosa. Ele errou, estava pagando por isso, mas sua forma de agir me deixou receosa. A medida que virava a página, conseguia perceber que, sua personalidade carregada de agressividade, era apenas uma forma de se proteger. Não que isso seja uma justificativa, porém o cara era sozinho, não existia ninguém em sua vida para dizer o quanto estava errado.

"- Você deveria ter medo, Pêssegos - murmurou ele. - Já fiz coisas que fariam sua linda cabecinha pirar, e você estando assim tão perto - ele apontou com o queixo para o espaço entre eles e seus olhares se encontraram - bem, me faz querer ser mau de novo." - página 67
Com isso, ele ganhou minha afeição.
Seu envolvimento com Kat não foi algo superficial, tão pouco carregado de falsas emoções. O leitor consegue compreender os sentimentos que rolam entre eles, e é possível perceber a coisa toda do desejo. Diria que tudo ocorreu cautelosamente. Tanto que pensei que chegaria ao final do livro e não leria nenhuma passagem de um beijinho entre os protagonistas.
Quando finalmente aconteceu, foi maravilhoso. E o que me fez gostar mais ainda desse romance foi o fato que, a “pegação” entre eles não significou um “felizes para sempre”. E adoro essa sofrência toda.
O preconceito por parte dos mais próximos de Kat; um tal de Max, amigo de Carter, que insiste em fazer burrada; o medo vindo de ambas as partes, são alguns dos obstáculos que o casal enfrenta.
O que quero passar para vocês, é que se trata de um romance intenso, capaz de nos prender desde as primeiras páginas. Mudamos de opinião constantemente, sentimos raiva, medo, piedade. Os personagens são tão humanos que mexem com nossos sentidos. Não temos certeza de absolutamente nada. E por isso, amei a leitura.
Super recomendo.

ISBN-13: 9788580414509
ISBN-10: 8580414504
Ano: 2015
Páginas: 416
Editora Arqueiro
Série Desejo Proibido - Livro I
Nota: 5/5

Sobre a autora:

Sophie Jackson é uma professora do noroeste da Inglaterra que adora ler, assistir a filmes e é assumidamente fã de quadrinhos. Ela gosta de praticar exercícios, mas só porque adora comer e beber vinho. Desejo proibido é seu primeiro romance – o volume 1 de uma trilogia que já foi vendida para diversos países, entre eles Alemanha, Espanha, Estados Unidos, França, Itália e Turquia.







Crédito das Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.