31 de julho de 2016

Resumo do mês + Leituras do mês - Julho

Hey!

As férias vieram e se foram, com elas o mês de Julho e muitas coisas aconteceram nesse mês, eu vi séries que eu queria ver, li razoavelmente e tomei muitas decisões para o blog. Então vamos ver o que rolou por aqui.


Eu aproveitei bastante minhas férias para descansar, já que a partir do mês que vem começa a correria, último semestre de faculdade e TCC, então já estou me preparando psicologicamente para aproveitar cada segundo do meu tempo, sem falar no estágio, só de pensar já bate uma canseira.

Mas é esperar pra ver o que acontece, e ir levando a vida. Vamos ver os posts que rolaram aqui no blog esse mês e as leituras que eu fiz.


01/07 - 03/07


04/07 - 10/07


11/07 - 17/07


18/07 - 24/07


25/07 - 31/07

Nesse mês eu li o 6 livro das Crônicas de Nárnia, A Cadeira de Prata, um livro que me diverti muito de ler e quase não conseguia largar a leitura dele.

"Como se chega até lá?", perguntou Jill, tentando encontrar um jeito qualquer de fugir daquela escola horrível. "Do único modo possível", sussurrou Eustáquio, "por magia". Então deram-se as mãos e, concentrando toda a sua força de vontade para que algo acontecesse, viram-se de repente à beira de um alto precipício, muito acima das nuvens, na terra encantada de Nárnia. Assustada e confusa, Jill fica horrorizada ao ver Eustáquio perder o equilíbrio e cair. Imediatamente, porém, ela sente ao seu lado uma presença calorosa. Era o Leão.
O que achei: Foi uma leitura muito divertida e bem fluida, a história apesar de densa em alguns momentos, me fez lembrar um pouco o primeiro livro e as primeiras aventuras por Nárnia. Apesar do fim estar próximo, cada livro é muito gostoso de ler e uma aventura nova é sempre bom.


Depois eu li o volume 5 de Sweet Tooth - Depois do Apocalipse, o volume dessa vez foi o Habitat Natural, e como estamos na reta final da história, muitos dos mistérios começaram a ser revelados.

Alasca, 1911. Um cientista e uma tripulação de experientes marinheiros desbravam mares congelados e tempestades de neve para procurar por um grupo perdido de missionários. Mas o que eles encontram é muito mais do que buscavam. Deuses e monstros chamam esse habitat gelado de lar, e o segredo que desencavam é um presente de um poder superior que trará uma nova era para a vida na Terra… ou uma maldição que desencadeará o fim!
Nebraska, hoje. O homem chamado Jepperd e o garoto chamado Gus estão prestes a desencavar seu próprio segredo – uma sombra sob o abrigo que pensaram ter encontrado. Agora eles precisam escolher entre combater o inimigo oculto ou continuar a jornada para saber mais sobre os híbridos e a peste à qual apenas eles são imunes.
Milhares de quilômetros e uma centena de anos separam os dois lugares. Mas as decisões tomadas aqui têm o potencial de determinar o destino de uma espécie… a nossa.
O que achei: Muitas reviravoltas aconteceram nesse volume, e muitas coisas foram decisivas para alguns personagens e para o rumo da história, que se aproxima mais de ser finalizada e com seus mistérios desvendados. Nesse volume vemos do que realmente as pessoas são capazes de fazer em situações extremas. Foi uma leitura bastante interessante e também bem densa.

E então eu li mais um volume de Orange, e a cada volume eu fico mais intrigada para ler o próximo e tenho que fazer um esforço imenso para não ler tudo de uma vez.

 Kakeru é hesitante quanto as escolhas que tem que fazer, inclusive sobre o que sente pela Naho. Na medida em que a distância dos dois se aproxima, a Naho, cada vez mais, deseja mudar o futuro onde Kakeru não existe. Mas ela acaba percebendo que mesmo alterando o presente, o futuro da Naho de 10 anos depois permanece inalterado! Então, a dúvida surge, será que ela deve continuar seguindo o que diz a carta
O que achei: Estou ficando cada vez mais envolvida pelos personagens, é quase impossível de largar esse mangá depois que eu termino, apesar de uma história triste, a amizade dos personagens é muito bonita de se ver, e claro como no primeiro volume, esse tirou algumas outras lágrimas de mim, assim como algumas risadas em situações bem divertidas, que só os amigos podem passar com a gente.

Uma leitura que eu comecei esse mês, mas infelizmente não terminei, é a biografia dos Beatles, Can't Buy Me Love.

Além de fenômeno musical, os Beatles se transformaram em assunto inesgotável. Centenas de livros, artigos e matérias já foram publicados sobre eles, mas "Can't Buy me Love" se destaca não por ser apenas um relato sobre a carreira dos Beatles, mas principalmente sobre os acontecimentos históricos que influenciaram o grupo que até hoje simboliza uma geração.
A combinação que o autor faz, entrelaçando biografia, história cultural e crítica musical, apresenta uma análise definitiva de como o grupo se tornou um fenômeno internacional, podendo ser comparado apenas a eles mesmos. Profundo na história e raso na fofoca, Jonathan Gould, com mão firme, faz o livro cantar, página a página. E este livro é música escrita de forma irrepreensível.

O que estou achando: É a primeira biografia que eu leio, então pra mim ainda é um pouco novo esse tipo de leitura, e até um pouco complicado de se adaptar, e fui logo pegar uma biografia com mais de 700 páginas, então a leitura está caminhando devagar, porém está muito interessante, já que eu gosto muito de Beatles e estou aproveitando muito a oportunidade de saber mais sobre a carreira deles e como eles começaram, mas também por ter muito conteúdo do período histórico no qual a banda se formou, suas influências e tudo mais.

Para quem sabe eu sou colunista nos blogs Coisas da Juhh e Tudo Que Motiva, então eu faço resenhas para elas, e tive a oportunidade de resenhar dois livros bem legais esse mês. O primeiro deles foi Grim Reaper - Jornada da Morte para o blog da Ju.

A morte espreita, à nossa espera, e nos chama a cada dia. Ruas sem saída, dimensões inimagináveis... É fácil vivermos sem nos preocupar em olhar o que está além do mundo visível aos olhos e não prestarmos atenção nos seres encapuzados que transitam ao nosso redor.
As criaturas andam entre nós e ao morrermos, elas conduzem as nossas almas. Quando caímos no abismo mortal, não há mais como voltar.
Ver além do obscuro. Além do celestial.
“Porque a vida às vezes pode ser um pesadelo pior do que a própria morte.”
O que achei: Fazia muito tempo que eu não lia um romance sobrenatural, e essa foi uma leitura muito boa e interessante para voltar a ler esse tipo de livro, uma história bem envolvente, com personagens bem interessante, é um prato cheio para quem gosta de romance e coisas sobrenaturais com muito mistério.

Resenha aqui.

Por último eu li o livro Delícia, delícia para o blog da Ro, e me diverti demais lendo esse romance delicioso.

Quando a extraordinária confeiteira Leilani Trusdale trocou a agitação de Nova York pela pacata e doce Ilha de Sugarberry, não esperava que seu passado a seguisse. Seu antigo chefe, Baxter Dunne, também conhecido como Chef Hot Cakes, o homem que ensinou a ela que o creme compensa, reaparece desejando filmar seu famoso programa de culinária. O problema é que ele escolheu filmar na Cakes by The Cup, a minúscula e aconchegante confeitaria de Leilani. Com seu olhar de brigadeiro de colher e aquele irresistível sotaque britânico -- que faz a moça babar e seu rosto corar como calda de cereja --, ele fez as fofocas de cozinha rolarem soltas.
Lani, lá no fundo, só deseja que algumas sejam deliciosamente verdadeiras... Os amigos estão convencidos de que o ex-chefe é o ingrediente que falta para a definitiva receita de felicidade dela. Porém, Baxter terá que botar a mão na massa se quiser tirar do forno um grande, verdadeiro, quentinho e saboroso amor. No Clube do Cupcake, cozinhar é apenas um detalhe. Entre altos papos e doces lambidas, amizades crescem como pão quentinho e a vida vai ficando, hummmm, mais saborosa. Mas quando é preciso decidir entre a vida que você sempre sonhou e o amor da sua vida, só as melhores amigas, as melhores receitas e uma caixa cheia de Red Velvets podem ajudar. É hora de praticar boloterapia!!!
O que achei:  Um romance muito bom, divertido, interessante, com personagens divertidos e fortes, uma história que é leve e nem um pouco cansativa e sem muita enrolação. Uma leitura super leve e rápida de ser feita, especial para dar uma aliviada naquela ressaca literária, e deixa a gente com vontade de montar um clube de boloterapia.

Resenha aqui.


Nesse mês o blog teve muita coisa bacana, e vai continuar assim para os próximos meses. Não se esqueçam de responder a nossa pesquisa de opinião (link no menu lateral do blog) para me ajudar a melhorar cada vez mais o conteúdo do blog. E também no nosso projeto novo (link aqui). 

Até Agosto!!

Love,kisses & rockets
Créditos das imagens
Fotografia e edição por Amanda Prado | Fontes por DaFont

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.