17 de agosto de 2016

Auggie & Eu - R.J. Palacio

Hey!

Na resenha de hoje vim contar para vocês um pouco do que achei do livro Auggi & Eu.



Nesse livro temos três contos diferentes, expandindo o mundo que conhecemos em Extraordinário, o primeiro é O Capítulo do Julian, onde vamos saber do ponto de vista de Julian, o que estava acontecendo em sua vida quando conheceu Auggie, seus sentimentos em relação a ele e todas as mudanças que aconteceram nessa época. Depois temos Plutão, nesse conto vamos acompanhar Chris, o amigo de infância de Auggie, e vamos acompanhar um dia em sua vida e lembranças de sua convivência com Auggie. E por último temos Shingaling, onde vamos ver um pouco mais da personagem Charlotte; os três contos não são especificamente sobre Auggie, mas sim como a presença dele mudou a vida desses três personagens, então vamos ter pontos onde Auggie é mencionado ou aparece, porém ele é um personagem secundário nessas histórias, mas não menos importante.
"Acordei supercedo por causa do sonho e não voltei a dormir. Não parava de pensar em Auggie, em Torteau - Julian -, o menino herói de quem eu recebera o nome. É estranho: durante todo esse tempo pensei em Auggie como se fosse meu inimigo, mas quando Grandmère me contou aquela história, não sei, a ficha meio que caiu. Fiquei pensando como o Julian original teria ficado envergonhado de saber que alguém que havia recebido seu nome tinha sido tão cruel." pág 100
Como vocês sabem, eu amei ler Extraordinário e fiz resenha dele aqui no blog assim que fiz a leitura, e quando vi que mais conteúdos iriam sair, fiquei muito animada em ler, então eu adquiri o livro 365 Dias Extraordinários e Auggie & Eu, e esse mês eu tirei da minha TBR Jar esse livro e corri com sua leitura, e fiquei ainda mais apaixonada pela escrita da autora e por seus personagens. Confesso que antes mesmo de começar a leitura, estava receosa em ler o Capítulo do Julian, mas lendo a apresentação que a autora escreveu para o livro, meu coração ficou um pouco mais tranquilo com essa leitura, e acabei entendo melhor ainda cada um dos três contos.


No O Capítulo do Julian, vamos entender os motivos dele em praticar o bullying com Auggie, e digo, assim como a autora, que isso não justifica a prática do bullying, mas sim vamos entender toda a situação que propiciou que o Julian tomasse essas atitudes, especialmente seu medo quanto ao novo e desconhecido, e seus pais, que "fecham os olhos" para as atitudes do filho e preferem culpar os outros. No começo fiquei um pouco receosa quanto a essa história, mas conforme eu progredia na leitura, eu ia compreendendo um pouco mais dos sentimentos do Julian, e de como ele se modificou ao longo de todas as experiências que teve, incluindo uma história linda e triste que sua avó conta para ele, revelando a origem de seu nome e fazendo com que ele realmente assumisse seus erros em relação a Auggie e mudasse suas atitudes.
"Pessoalmente, sempre adorei a Sra. Atanabi - com seus vestidos dos longos e floridos, seus cachecóis e seu coque bagunçado. Adoro sua eterna aparência de alguém que acabou de chegar de uma longa viagem." pág 216
Em Plutão vamos ver como é ser amigo de Auggie do ponto de vista de seu amigo de infância, e todas as situações adversas pelas quais passou e como isso mudou a amizade deles, as vezes afastando os dois ou aproximando. Chris é uma criança e tem seus medos e desejos, e ele expressa como foi lidar com tudo isso enquanto amigo de Auggie, e como essa amizade modificou ele e até o melhorou em certos aspectos. A leitura desse conto foi bem gostosa mesmo, em certos momentos achei o Chris uma criança um pouco egoista, mas conforme a leitura avança, vamos vendo que ele apenas quer se encaixar, e claro, Auggie de alguma forma da forças para que ele veja que nem sempre se encaixar é o que vai nos fazer feliz.
"Eu me virei para o lado, e foi quando bati os olhos numa luzinha verde em forma de estrela no chão. Era a estrela que mamãe tinha colado na minha testa de manhã, que eu tinha jogado longe.
Eu me levantei, pequei a estrela e a colei na testa. Então voltei a me deitar e fechei os olhos." pág 192
Por último, em Shingaling temos Charlotte, também tentando lidar com mudanças em sua vida e a vontade de ser aceita, e como as vezes, fingimos ser algo para participar de algo maior; mas conforme a história se desenrola, a personagem muda e amadure suas emoções e atitudes, aceitando coisas que antes pareciam não fazer sentido, mas que no fundo eram perfeitamente claras para ela.

A leitura desse livro foi muito boa de se fazer, a escrita da autora continua uma delícia de se ler, os personagens são bem explorados e suas histórias se aprofundam mais, mesmo que apenas por algumas páginas apenas. Eu gostei muito dos três contos, eles falam essencialmente sobre amizade, como as diferenças e igualdades podem aproximar ou não as pessoas, como o ambiente pode mudar algumas pessoas e que devemos enfrentar nossos preconceitos. Foi uma leitura muito fluida, divertida nos momentos certos, mas emocionante também, adorei ter feito essa leitura nesse mês.

Se você gostou de Extraordinário, então com certeza vai aproveitar muito a leitura de Auggie & Eu e ver um pouco mais dos personagens!!









ISBN:9788580578416
Ano: 2015
Páginas: 326
Editora: Intrínseca
Nota: 5/5

Sobre a autora
R.J. Palacio atua no mercado editorial norte-americano há mais de duas décadas, atualmente com dupla função: designer gráfica durante o dia e escritora à noite. Ela mora em Nova York com o marido, os dois filhos e dois cachorros. Para difundir a mensagem de Extraordinário, a autora iniciou uma campanha antibullying no site www.choosekind.tumblr.com, da qual milhares de crianças já participaram.








Love,kisses & rockets
Créditos das imagens
Edição e fotografia por Amanda Prado | Fontes por DaFont

4 comentários:

  1. Oooi! Tudo bem?

    Ai eu amei Extraordinário, e até escutei falar sobre essas historinhas que tinham sido lançadas, mas eu meio que esqueci da existência delas até esse post. Achei interessante principalmente o capítulo do Julian. É o que você falou, nunca vai justificar, mas é legal a gente entender o que levou ele a fazer tudo aquilo, dá uma humanizada no personagem. Vou conferir, com certeza!

    Beijinhos, te espero lá no http://amendoasefelpices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda, tudo e você?
      Eu também amei demais Extraordinário!! Acho que o Capítulo do Julian é um dos meus favoritos nesse livro, eu amei os outros dois, mas o dele me tocou muito mesmo! Realmente deixou ele bem mais humano. Espero que goste da leitura!!
      Beijos

      Excluir
  2. Oi! Não posso falar muito sobre esse livro, pois nunca li Extraordinário "Sim estou atrasado", mas sua resenha é muito top e não vejo a hora de conferir as histórias "tanto essa quanto extraordinário".

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcio,
      Eu li Extraordinário logo que ele foi lançado, minha edição ainda é a capa branca, e amei demais a leitura, já Auggie e Eu eu demorei um pouco, mas amei do mesmo jeito, espero que tenha oportunidade de ler ambos os livros em breve!!
      Beijos

      Excluir

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.