13 de agosto de 2016

Filmes para o Dia dos Pais

Hey!

Amanhã é Dia dos Pais e no post de hoje resolvi listar alguns dos filmes que eu gosto e que possuem em seu enredo uma ligação de pai e filho/filha, essa relação pode ser o enredo principal ou não, mas o mais importante é que elas existem nos filmes, e os tornam ainda mais fofos!


O Rei Leão (The Lion King, 1994 - Roger Allers e Rob Minkoff)

Mufasa (voz de James Earl Jones), o Rei Leão, e a rainha Sarabi (voz de Madge Sinclair) apresentam ao reino o herdeiro do trono, Simba (voz de Matthew Broderick). O recém-nascido recebe a bênção do sábio babuíno Rafiki (voz de Robert Guillaume), mas ao crescer é envolvido nas artimanhas de seu tio Scar (voz de Jeremy Irons), o invejoso e maquiavélico irmão de Mufasa, que planeja livrar-se do sobrinho e herdar o trono.

Esse é clássico, mas não tinha como ficar de fora dessa minha lista, um dos meus filmes favoritos da infância, essa animação da Disney é incrível, tocante e repleta de lições valiosas, e claro, uma das cenas mais tristes da vida toda (eu choro toda vez que vejo esse filme). 


Procurando Nemo (Finding Nemo, 2003 - Andrew Stanton e Lee Unkrich)

O passado reserva tristes memórias para Marlin nos recifes de coral, onde perdeu sua esposa e toda a ninhada. Agora, ele cria seu único filho Nemo com todo o cuidado do mundo, mas o pequeno e simpático peixe-palhaço acaba exagerando durante uma simples discussão e acaba sendo capturado por um mergulhador. Agora, o pai super protetor precisa entrar em ação e parte numa busca incansável pelo mar aberto, na esperança de encontrar seu amado filhote. No meio do caminho, ele acaba conhecendo Dory e, juntos, a dupla vai viver uma incrível aventura. Enquanto isso, Nemo também vive uma intensa experiência ao lado de seus novos amigos habitantes de um aquário, pois eles precisam ajudá-lo a escapar do destino que lhe foi reservado: ir parar nas mãos da terrível Darla, sobrinha do dentista que o capturou.
Esse é outro filme da Disney que tira lágrimas do espectador assim que o filme começa, outra animação linda, cheia de amor, emoções fortes, lições e a ligação extremamente forte de um pai e seu filho, laços de amizade e claro muito bom humor!! 

Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas (Big Fish, 2004 - Tim Burton)

Ed Bloom (Albert Finney) é um grande contador de histórias. Quando jovem Ed saiu de sua pequena cidade-natal, no Alabama, para realizar uma volta ao mundo. A diversão predileta de Ed, já velho, é contar sobre as aventuras que viveu neste período, mesclando realidade com fantasia. As histórias fascinam todos que as ouvem, com exceção de Will (Billy Crudup), filho de Ed. Até que Sandra (Jessica Lange), mãe de Will, tenta aproximar pai e filho, o que faz com que Ed enfim tenha que separar a ficção da realidade de suas histórias.
Outro filme que eu amo de paixão, e já perdi as contas de quantas vezes eu vi ele, cheio de fantasia, coisas bizarras e histórias mirabolantes, a gente acompanha o relacionamento conturbado entre um pai e seu filho, e analisa como as pequenas coisas são as que fazem a diferença. 

A Vida é Bela (La Vita e Bella, 1999 - Roberto Benigni)

Durante a Segunda Guerra Mundial na Itália, o judeu Guido (Roberto Benigni) e seu filho Giosué são levados para um campo de concentração nazista. Afastado da mulher, ele tem que usar sua imaginação para fazer o menino acreditar que estão participando de uma grande brincadeira, com o intuito de protegê-lo do terror e da violência que os cercam.
Esse é um daqueles filmes para quebrar o coração de qualquer pessoa, uma lição incrível do quanto um pai pode fazer para seu filho, em meio a tanta desgraça e horror.

A Ivenção de Hugo Cabret (Hugo, 2012 - Martin Scorsese)

Paris, anos 30. Hugo Cabret (Asa Butterfield) é um órfão que vive escondido nas paredes da estação de trem. Ele guarda consigo um robô quebrado, deixado por seu pai (Jude Law). Um dia, ao fugir do inspetor (Sacha Baron Cohen), ele conhece Isabelle (Chloe Moretz), uma jovem com quem faz amizade. Logo Hugo descobre que ela tem uma chave com o fecho em forma de coração, exatamente do mesmo tamanho da fechadura existente no robô. O robô volta então a funcionar, levando a dupla a tentar resolver um mistério mágico.
Um filme que é simplesmente uma delícia de assistir, com mistérios, magia, uma amizade forte e claro, um amor por um pai que significava tudo na vida de um garoto. Embarcar nessa aventura com Hugo é simplesmente encantador.

Uma Lição de Amor ( I Am Sam, 2002 - Jessie Nelson)

Sam Dawson (Sean Penn) é um homem com deficiência mental que cria sua filha Lucy (Dakota Fanning) com uma grande ajuda de seus amigos. Porém, assim que faz 7 anos Lucy começa a ultrapassar intelectualmente seu pai, e esta situação chama a atenção de uma assistente social que quer Lucy internada em um orfanato. A partir de então Sam enfrenta um caso virtualmente impossível de ser vencido por ele, contando para isso com a ajuda da advogada Rita Harrison (Michelle Pfeiffer), que aceita o caso como um desafio com seus colegas de profissão.
 Esse foi um daqueles filmes que vi numa madrugada e me encantei, além de uma trilha sonora maravilhosa (Beatles ) é uma história tocante, que mostra que o amor de um pai supera qualquer tipo de obstáculo, até uma deficiência.

Questão de Tempo (About Time, 2013 - Richard Curtis)

 Ao completar 21 anos, Tim (Domhnall Gleeson) é surpreendido com a notícia dada por seu pai (Bill Nighy) de que pertence a uma linhagem de viajantes no tempo. Ou seja, todos os homens da família conseguem viajar para o passado, bastando apenas ir para um local escuro e pensar na época e no local para onde deseja ir. Cético a princípio, Tim logo se empolga com o dom ao ver que seu pai não está mentindo. Sua primeira decisão é usar esta capacidade para conseguir uma namorada, mas logo ele percebe que viajar no tempo e alterar o que já aconteceu pode provocar consequências inesperadas.
Apesar de ser um filme sobre o romance, em sua grande parte, temos a forte relação de pai e filho, uma relação linda de se ver, com muita cumplicidade e compreensão, e claro amor; então mesmo que a temática não seja especialmente sobre pai e filho, ver a relação ao longo de todo o filme é incrível, e da vontade de abraçar seu pai e não soltar nunca mais, pois infelizmente pai e não não são eternos, e na vida fazemos nossas escolhas.

Essas foram minhas dicas, então aproveitem o Dia dos Pais com seu pai da melhor forma possível, e claro que um filme é sempre bom, então aproveitem as dicas!!

Quero deixar aqui o Feliz Dia dos Pais ao meu pai, uma pessoa incrível e maravilhosa, que junto com a minha mãe, me fez a pessoa que sou hoje!!  E Feliz Dia dos Pais a todos os pais, e também às mães que muitas vezes são pais também.

Love,kisses & rockets
Créditos das imagens
Google | Edição da capa por Amanda Prado | Fontes por DaFont

2 comentários:

  1. Olá Amanda! Só filme Top hein!!! =) Logo de cara quando vi a foto de O Rei leão, lembrei da primeira vez que assistis. Ainda de VHS. Meu pai pegou emprestado o aparelho para gente poder assistir. Foi um momento especial! =D Adorei a dica e a lembrança que me trouxe!!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa,
      Fico feliz que tenha gostado das dicas!!!
      Que história fofa a sua e do filme Rei Leão *---*
      Obrigada pelo carinho
      Beijos

      Excluir

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.