18 de janeiro de 2017

O jeito que me olha - Bella Andre


Hey!

Esse mês eu recebi os presentes que ganhei num sorteio há algum tempo, e junto com várias coisas fofas de papelaria, veio esse livro aqui; confesso que há algum tempo eu não leio romances eróticos, fiquei um pouco saturada depois de 50 tons de cinza, mas resolvi dar uma chance para esse livro, e hoje vou contar para vocês o que achei dele.

Depois de construir uma sólida carreira como detetive particular - especializado em casos de infidelidade -, Rafe Sullivan perdeu a fé nas relações humanas. As únicas histórias de amor verdadeiro que conhece são a dos seus pais e as dos seus primos, que Vivem na Califórnia. Quando Rafe precisa sair de Seattle para descansar e esfriar a cabeça, sua irmã, Mia, sugere uma temporada na cidadezinha onde a família costumava passar as férias de verão. No cenário de sua infância, Rafe reencontra Brooke Jansen, que, de garotinha doce e inocente, transformou-se em uma mulher de beleza incomum. Nenhum dos dois consegue ignorar o clima de sedução, e é Brooke quem toma a iniciativa: ela propõe a Rafe um caso de verão, sem amarras nem cobranças. Rafe luta para convencê-la de que eles devem continuar sendo apenas amigos... embora ele mesmo não esteja 100% convencido disso.


A história do livro é bem simples, com bastante foco no romance dos personagens, nas suas vidas e como elas são diferentes. Brooke busca mudar completamente a garota que era, começando por mudar sua profissão, já Rafe se encontra em uma situação onde seu trabalho o tornou mais cético e fechado para o mundo, e ao longo do livro vamos descobrindo mais sobre essas mudanças de ambos, e como, juntos vão superar alguns obstáculos de suas vidas.
"[...]Quando voltaram para Brooke, ela sempre sentia o desapontamento deles por não ser incisiva como a mãe advogada nem brilhante como o pai economista.
Eles queriam um bebê Einstein. Em vez disso, tinham a Moranguinho." pág 20
Como disse, há muito tempo eu não leio romances eróticos, mas a leitura desse livro foi uma boa forma de voltar a ler esse tipo de livro, sempre gostei de romances com um pouco de erotismo, especialmente romances históricos, mas depois que li 50 tons de cinza fiquei um pouco saturada desse tipo de leitura e dei uma afastada do gênero, mas a leitura desse livro foi bem interessante, me diverti em várias cenas, acompanhei um romance bem interessante e claro, houveram algumas cenas eróticas, mas o livro todo não é apenas isso, o que achei ótimo, no livro vemos que o sexo faz parte da vida do casal, mas não é apenas isso, temos todos os outros sentimentos, alegrias e problemas de uma relação retratadas ali, então isso contou muitos mais pontos positivos na história ao meu ver.

Nunca tinha lido nada da autora antes, e logo no começo do livro, temos uma página onde ela fala sobre escrever sobre a família Sullivan, e que já existem outros livros anteriores sobre alguns membros desse clã que é bem grande, mas isso não afetou em nada minha leitura, ao longo do livro, embora sejam mencionados alguns personagens que são desses livros, conseguimos entender o contexto deles de formal simples e objetiva, então não é necessário uma ordem para ler os livros, cada um deles é uma história focada em cada personagem.
"[...]Ela ficou tão preocupada quando voltou às dez da noite e Rafe não estava em nenhuma das casas que, quando viu a luz no meio das árvores, não foi pelo caminho que dava na oficina, apenas saiu correndo o mais rápido que suas pernas conseguiam acompanhá-la.
As mãos tremiam quando ela pegou o livro de receitas da avó. - Está consertado. - Ela olhou para o belo homem que amou sua vida inteira. - Você consertou o coração partido." pág 258
De um modo geral gostei bastante da leitura, foi divertida e um ótimo entretenimento, a escrita da autora é bem fluida, com diálogos interessantes e bem distribuídos no enredo, cumprindo bem seu papel como leitura, as partes eróticas não são muitas e com detalhes na medida certa. A diagramação do livro é boa e simples, a fonte do tamanho ideal e o espaçamento bom, a capa não é muito bonita, eu pelo menos tenho problemas com capas onde o rosto dos personagens aparece, mas tem quem goste, então não é algo realmente ruim. Para quem gosta desse tipo de livro eu recomendo essa leitura, e acredito que os outros livros da autora sigam a mesma linha, então se você ainda não leu os livros dela e quer começar, acredito que pode escolher a sinopse que mais lhe interessar e começar a conhecer a família Sullivan. Ainda não sei se vou ler outros livros dessa autora, mas se a oportunidade surgir, sei que vão ser leituras que vão me divertir e entreter por algumas boas horas.



ISBN: 9788581635958
Ano: 2014
Páginas: 270
Editora: Novo Conceito
Nota: 5/5

Love,kisses & rockets
Créditos das imagens
Fotografia e edição por Amanda Prado | Fontes por DaFont

4 comentários:

  1. Oi Kinder,
    A capa do livro meio que denuncia que é um romance erótico, hahaha.
    Mas gostei da resenha e faz tempo também que não leio algo do gênero.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kinder *-*
      Pois é, a maioria dos livros do gênero tem essa capa, mas faz parte né kkkk
      Que bom que gostou, eu gostei de voltar a ler livros do gênero, as vezes é bom para variar.
      Beijos ♥

      Excluir
  2. Já vi alguns blogs falando desse livro e confesso que até que está me chamando atenção esse enredo! Assim que der pretendo ler.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcio,
      Que bom que gostou da dica, assim que ler me conte o que achou do livro!!
      Beijos ♥

      Excluir

Comentários são sempre bem vindos e ajudam no feedback do blog ♥
Comentário com conteúdo de baixo calão ou preconceituoso, serão excluídos.